in

A Festa do Divino de Pirenópolis

A Festa do Divino Espírito Santo de Pirenópolis é considerada a maior celebração religiosa do Centro Oeste. Sua importância é tamanha que ela foi registrada como patrimônio cultural imaterial brasileiro, reconhecido pelo IPHAN, em 15 de abril de 2010. É uma festividade alegre, colorida, barulhenta, e que toma a atenção do pirenopolino meses antes de sua realização. Ele ocorre cinquenta dias depois do Domingo de Páscoa e é chamada de Pentecostes pelo calendário litúrgico católico.

Pentecostes é uma celebração do calendário cristão, Comemora a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos de Jesus Cristo. O Pentecostes é celebrado 50 dias depois do Domingo de Páscoa.

O Pentecostes judaico é exalta a colheita e comemora a entrega dos 10 Mandamentos no Monte Sinai 50 dias depois do Êxodo. Diferente dos cristãos que celebram a descida do Espírito Santo sobre os apóstolos.

A celebração do Divino Espírito Santo começou numa promessa da rainha D. Isabel de Aragão (1320) de peregrinar pelo mundo. Na cabeça ela teria uma coroa tendo uma pomba no alto. Sua intenção seria arrecadar donativos em benefício da população pobre. D. Isabel desejava obter de Deus a concórdia entre seu esposo (D. Dinis) e seu filho (D. Afonso). Tal graça foi alcançada e ela cumpriu a promessa.

Dessas ações de D. Isabel nasceu uma fervorosa devoção ao Espírito Santo. Tais cultos se espalharam por terras portuguesas, chegando ao Brasil, Goiás e Pirenópolis, onde foi registrada pela primeira vez em  1819, quando Joaquim da Costa Teixeira foi sorteado Imperador do Divino. Alguns historiadores acreditam que a festa chegou em Pirenópolis no século XVIII, junto com os colonizadores portugueses. Já o registro da primeira apresentação das Cavalhadas foi em 1826, quando o padre Manuel Amâncio da Luz foi sorteado Imperador.

As celebrações do Espírito Santo são espalhafatosas, com muitas cores, barulho, brilho, sinos e foguetório. O Imperador distribui doces ao povo.

A Festa do Divino em Pirenópolis

Em Pirenópolis, a Festa do Divino Espírito Santo tomou características originais. A figura do Imperador é muito forte. Ele é sorteado por uma criança no Domingo do Divino, logo após a missa promovida pelo festeiro do ano. Feito o sorteio dos nomes que se candidataram, o Imperador já começa a articular meios de arrecadar fundos para seu império, visando a realização da festa do ano seguinte. Em sua casa ficará por um ano a coroa de prata do século XIX, símbolo de seu status social e também do poder que exercerá junto aos pirenopolinos.

Outra característica singular da Festa do Divino de Pirenópolis é a mobilização popular. A festa é uma manifestação espontânea e por isso já dura tantos anos. Quando se aproxima as celebrações do Espírito Santo, uma multidão doa o melhor de si para que o evento seja perfeito. Alguns dão dinheiro, outros trabalho, tudo dentro da capacidade de cada um.

A população também se mobiliza atrás da Banda de Música Fênix, como se andasse hipnotizada pelos sons dos metais. Há diversas tocadas da banda na lateral da Matriz, nas alvoradas festivas ou mesmo durante a encenação das Cavalhadas. E em todas elas os nativos ou turistas seguem em alegre cortejo.

Programação

Domingo dia 13/05/2018:
– 17hs na Casa do Imperador: chegada da Folia da Roça

Sexta-Feira dia 18/05/2018:
– 21hs no Cine Pireneus: apresentação de As Pastorinhas

Sábado dia 19/05/2018:
– 18hs na Igreja Matriz: último dia da novena.
– 21hs na Igreja Matriz: levantamento do mastro
– 21:30hs na Beira Rio: queima de fogos do Imperador
– 22hs no Cine-Pireneus: reapresentação de As Pastorinhas.

Domingo dia 20 de Maio:
– 8hs na Casa do Imperador: Cortejo Imperial pelas ruas até a Igreja Matriz)
– 9hs na Igreja Matriz: Missa de Pentecostes e sorteio do novo Imperador).
– 13:30hs no Cavalhódromo: 1º dia Cavalhadas

Segunda-Feira dia 21 de Maio:
– 8hs na Igreja Matriz: Reinado de Nossa Senhora do Rosário
– 14hs no Cavalhódromo: 2º dia Cavalhadas

Terça-Feira dia 22 de Maio:
– 8hs na Igreja Matriz: Juizado de São Benedito
– 13:30hs no Cavalhódromo: 3º dia Cavalhadas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As quatro pousadas mais requintadas em Pirenópolis

Circuito Gastronômico Goiás